‘Agora, quem não votar no santo Lula é fascista, inimigo da democracia’, diz Ciro Gomes em Porto Alegre

Ciro recebeu o título de Cidadão de Porto Alegre — Foto: Gabriel Ribeiro/CMPA
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

O pré-candidato à presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, desembarcou nesta quarta-feira (8) em Porto Alegre para viagem de três dias no Rio Grande do Sul. Durante encontro com mulheres trabalhistas do partido, o ex-governador do Ceará fez um comentário sobre sua disputa com Lula e Jair Bolsonaro.

“Agora, quem não votar no santo Lula é fascista, é inimigo da democracia. Tenha santa paciência, ninguém manda no meu voto”, afirmou. Ciro seguiu dizendo que seu voto “não será dado com chantagem e com preconceito. E não faço campanha ao lado de corrupto, seja ele de direita, seja ele de esquerda.”

A fala ocorre na mesma semana em que a polêmica entre Leifert e Felipe Neto tomou as redes sociais. A desavença, no entanto, teve origem no dia 1º de junho, quando o apresentador afirmou em um podcast que assumiria posição neutra na polarização entre o ex-presidente Lula e o presidente Jair Bolsonaro. Sobre o assunto Felipe Neto respondeu: “você é um nojo”.

Nesta segunda (6), durante uma live, Leifert, em referência a Neto, afirmou que o melhor seria honrar o público não falando de “gente inferior a nós”. A resposta veio logo: “Ser chamado de ‘gente inferior’ por um ‘sapatênis faria limmer’ que odeia pobre é literalmente um elogio”, escreveu Neto no Twitter.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Eventos no RS

Em Porto Alegre, Ciro falava sobre o salário mínimo brasileiro ter o pior poder de compra dos últimos 20 anos e comparar a situação do país com a Venezuela. “Só ganha em valor de compra do salário mínimo da Venezuela, um país que está numa agonia institucional de não sei quantos anos, sendo que o Brasil é a economia mais rica da região”.

De acordo com Ciro, o debate está sendo desviado para questões como comunismo e fascismo. “Nós precisamos responder a isso com coisas muito concretas. Não será com personalismos bobos, não será com caudilhismos sul-americanos, que a gente acha que só infestam a Bolívia, Cuba ou a Argentina, mas ele está aqui, na evidência de uma polarização completamente despolitizada em que se agride a própria autonomia do povo de escolher em quem vai votar.”

FONTE: G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo