Arma de guerra é encontrada em árvore após ataque em Guarapuava; veja fotos

Equipamento tem alta letalidade e, pelas imagens divulgadas, pode ser um fuzil(Foto: Eduardo Andrade/RPC)
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
OBAOK
278875877_5073530309371253_7577404801244216723_n
WhatsApp Image 2022-05-12 at 09.02.05

Uma arma de guerra foi encontrada abandonada em uma árvore em Guarapuava, no Paraná. A cidade foi alvo de criminosos fortemente armados que tentaram assaltar uma empresa de transporte de valores na noite deste domingo (17).

Um especialista da Polícia Militar ouvido pela reportagem do Diário Catarinense informou que o equipamento tem alta letalidade e, pelas imagens divulgadas, pode ser um fuzil. Ainda conforme o especialista, que preferiu não se identificar, esse tipo de arma é comumente usado em guerras e tem uso restrito para agentes das Forças Armadas. 

De acordo com o g1, a arma estava em uma árvore próximo à sede da empresa, que fica no bairro dos Estados. Conforme a Polícia Federal, uma perícia será feita para identificar qual é o tipo do equipamento. Em princípio, conforme a polícia parananense, a arma tem calibre 12 milímetros.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp


Polícia Civil de Santa Catarina presta auxílio após ataque no Paraná

Conforme informado pela colunista Dagmara Spautz, a Delegacia de Roubos e Antissequestro da Deic em Santa Catarina, comandada pelo delegado Anselmo Cruz, está auxiliando a Polícia Civil do Paraná nas investigações do ataque.

A equipe atuou nas investigações do mega-assalto ao Banco do Brasil em Criciúma, que ocorreu em novembro de 2020. A ação foi muito parecida com a deste domingo no Paraná. Os crimes são conhecidos como novo cangaço, em que bandidos causam pânico atirando com armas de grosso calibre e interditando a resposta imediata da polícia.

 

Como foi o ataque em Guarapuava
No ataque deste domingo, cerca de 30 criminosos tentaram assaltar uma empresa que realiza o transporte de valores para bancos. Na ação, conforme testemunhas, os assaltantes fizeram moradores reféns e fecharam acessos da cidade.

Além disso, carros foram incendiados em frente ao batalhão da Polícia Militar para dificultar a ação dos agentes. Dois policiais e um morador ficaram feridos. Segundo a polícia, pelo menos cinco veículos blindados foram usados durante o crime. Até o momento ninguém foi preso.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

FONTE: NSC TOTAL

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
OBAOK
278875877_5073530309371253_7577404801244216723_n
WhatsApp Image 2022-05-12 at 09.02.05

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova