Brasileiro morre espancado na saída de uma boate em Lisboa

Jefferson Terra Pinto, de 33 anos, foi espancado até a morte na saída de uma boate em Lisboa Divulgação
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
mart
BANER SITE OBSERVADOR 67
1
2

Um imigrante brasileiro morreu espancado em frente a uma boate situada no Parque das Nações, na região leste de Lisboa. Jefferson Terra Pinto, de 33 anos, foi agredido em frente a uma casa noturna na madrugada de domingo.

O suspeito do crime foi preso no local do crime, de acordo com o jornal português “Diário de Notícias”. Trata-se de um homem de 34 anos.

O assassinato aconteceu por volta das 5h30 de domingo, quando Jefferson e uma outra pessoa, também de nacionalidade estrangeira, começaram a brigar. A polícia portuguesa informou que a vítima caiu no chão e o suspeito continuou a agredi-la “com pontapés na cabeça”.

Jefferson chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital de São José, na capital portuguesa. O suspeito foi preso em flagrante.

A família do brasileiro tenta trazer o corpo para o Brasil. Uma vaquinha online foi criada para arrecadar dinheiro e pagar o traslado. A meta é levantar R$ 30 mil e, até o momento, R$ 7,2 mil.

“Infelizmente nosso grande amigo/irmão, foi assassinado bem longe de nós, sem chance de defesa e sozinho em outro país (Portugal) onde ele foi buscar seu sonho, teve a vida tirada pela violência e repentinamente deixou sua família (filho, mãe e esposa) e amigos com uma dor de saudade enorme, e nós precisamos da ajuda de vocês para trazer o corpo dele no translado para executar o sepultamento aqui no Brasil com a mãe dele presente, família e amigos darem o último adeus”, diz o texto da vaquinha.

Jefferson era carioca e cresceu na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. Ele vivia em Lisboa com a mulher e o filho. Em entrevista ao “Voz das Comunidades”, a irmã da vítima, Geane Terra, disse que a família não tem dinheiro para pagar o traslado e, por esse motivo, resolveu iniciar a arrecadação.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: O Globo

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
mart
BANER SITE OBSERVADOR 67
1
2

MAIS LIDAS

Sorry. No data so far.

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo