Um desacordo comercial, supostamente por causa de um corte de cabelo de uma menina de 11 anos, provocou a morte de uma mulher de 29 anos, no início da noite desta terça-feira (28), na Zona Sul, de Caxias do Sul.

A cabeleireira, identificada como Elisiane da Silva, 29 anos, morreu com um um tiro na altura do rosto, após fazer uma cobrança de um trabalho realizado num salão de beleza.

Conforme informações da polícia, a vítima teria cortado o cabelo da menor, na tarde desta segunda-feira (27). O tio da criança, que a levou no salão, não pagou após a menina dizer que não gostou do resultado do serviço.

Por volta das 18h30min, desta terça-feira (28), a cabeleireira armada com um revólver calibre .38 e abordo de um veículo Ford/Fiesta foi até a casa do cliente, na Rua Antonio Rigon, entre a Av. Salgado Filho e Rua Mansueto Pezzi, para cobrar o serviço.

Foto: Mauro Teixeira / Grupo RSCOM

De acordo com o delegado plantonista Ives Trindade, a mulher chegou no local e fez várias ameaças. Porém, ela se deparou com o acusado, ele tomou a arma e lhe deu dois tiros. A vítima ainda tentou retornar para o veículo, mas morreu com um disparo na boca.

A Brigada Militar foi chamada e ao chegar no local do crime se deparou com o autor dos disparos. O homem se entregou sem resistir. Ele foi levado para a Central de Polícia para ser interrogado.