Cão Branco, símbolo de lealdade que viralizou no Brasil, morre em Santa Clara do Sul

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
BANNERSANTAINESNOVO
mart
SICOOB - Plano Safra (feed 1080x1080)

Debilitado pela idade e demonstrando sinais de fraqueza nas últimas semanas, o Cão Branco morreu na tarde desta sexta-feira, na casa da família, em Sampainho, interior de Santa Clara do Sul.
Símbolo de lealdade e amor incondicional, ele conquistou inúmeras pessoas em todo o país com sua comovente rotina de visitar o túmulo de seu dono, o agricultor Ademar Seidel, quase que diariamente por cerca de três anos.

O Agora no Vale mostrou essa história, que ganhou destaque na mídia nacional, sendo inclusive exibida no programa de Ana Maria Braga. A tutora de Branco, com a voz embargada pela emoção, resumiu a despedida: “Ele dormiu”, diz Lígia Schossler. Apesar de receber cuidados veterinários, Branco passou a não interagir mais, até que sua jornada chegou ao fim nesta tarde. Em um ato de amor e respeito, Branco foi enterrado no pátio da casa da família, onde receberá um túmulo especial. Uma estátua dele, inicialmente planejada para ser colocada junto ao túmulo de
Ademar Seidel, agora será posta no local de seu descanso final, eternizando assim a memória de sua lealdade incomparável

 

História de amor incondicional

A morte de Ademar Seidel, um agricultor da comunidade de Sampainho, interior de Santa Clara do Sul, deixou uma marca não apenas em sua família, mas também em seu fiel companheiro de
quatro patas, o pequeno cachorro Branco. Desde o sepultamento de Ademar, que ocorreu cerca de quatro anos, o cachorro demonstrou uma notável devoção ao seu antigo dono, com um comportamento que comoveu todos que testemunharam essa história de lealdade inabalável.

Branco fez visitas frequentes ao túmulo de Ademar, que repousa a poucos metros da casa da família. O que mais impressiona é a maneira como ele observava a fotografia de seu amado tutor, em silêncio, como se ainda esperasse a volta do agricultor. A relação entre Ademar e seu fiel companheiro era notória na comunidade. O cachorro estava sempre ao lado de seu dono, acompanhando-o em suas tarefas diárias, inclusive quando ambos andavam de trator. Nesses momentos, o cão demonstrava sua lealdade latindo para qualquer pessoa que ousasse se aproximar do veículo.

Uma situação comovente ocorreu após a morte de Ademar, quando sua viúva, a aposentada Clair Seidel, teve que vender o pequeno trator, um Tobata, que era parte essencial da vida do casal. Inconformado com a venda, o cachorro permaneceu na casa do novo dono do trator por três dias, sempre em cima do veículo, como se estivesse protegendo o legado de seu dono. Essa devoção emocionante não passou despercebida pelos vizinhos e amigos da família. Lígia, a filha do agricultor, e as vizinhas Leila e Ilse Immich são unânimes em suas narrativas sobre o vínculo indomável entre o cão e o homem. Cão e dono eram inseparáveis na lida diária, e essa lealdade duradoura é um testemunho do amor que transcende a vida.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

FONTE: Agora no Vale

Compartilhe:

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
BANNERSANTAINESNOVO
mart
SICOOB - Plano Safra (feed 1080x1080)

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo