Cartilha elaborada pelo MTG para retorno das atividades campeiras foi aprovada

DCIM101MEDIADJI_0014.JPG
Brigada Militar
Advogado Benhur Aurélio Formentini Nunes
ABC NOVO
SICREDI NOVO
WAGNER NOVO
INFE NOVO

Conforme o Vice-presidente Campeiro do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Adriano Pacheco, o ofício encaminhado à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural solicitando a retomada das atividades campeiras teve parecer favorável da pasta. A previsão era que esse documento ficasse pronto no dia 1º de outubro, mas a contribuição das 30 regiões tradicionalistas permitiu que a cartilha fosse concluída com bastante antecedência.

No fim de semana passado, em Santa Maria, já ocorreu o primeiro evento baseado nas orientações da cartilha. Foi uma laçada em trio, com 110 inscritos e com uma programação que atendeu as recomendações elencadas no documento, como verificação da temperatura, distanciamento, uso de máscara, não compartilhamento de objetos como copos e semelhantes, entre outros.

Para entidades interessadas em realizar as atividades, a orientação é que procurem organizar o evento com base nas orientações do documento elaborado pelo MTG. A cartilha está disponível no site da entidade, no portal da secretaria de Agricultura e nas regiões tradicionalistas. Adriano destaca que o documento precisa ser seguido e respeitado, pois é ele que vai nortear aqueles que tiverem intenção de realizar atividades semelhantes.

Deve ser feito pedido formal ao gestor do município para que este proceda com a liberação e depois de juntada a documentação, já com aval do gestor, apresentada na inspetoria que vai avaliar as condições. Antes, em média, a resposta levava cerca de 30 dias, mas, conforme o vice-presidente campeiro, o processo tem tramitado com bastante celeridade por conta do natural diminuição de eventos.

Passo a passo
Para a liberação de atividade campeira, o promotor e/ou realizador deve seguir os seguintes passos:
1. Elaborar o projeto com procedimentos a serem seguidos na realização do evento;
2. Protocolar na Secretaria Municipal de Saúde ou Comitê Municipal de Gestão da Pandemia o projeto e o pedido de autorização para realização do evento;
3. Após aprovado, apresentar as autorizações na Inspetoria Veterinária local, para cadastramento do evento

Por Kelvin Morais

Fonte: Rádio Repórter – Rádio São Luiz

Sellnet Telecom
Gráfica Ômega
Zanella
Farmácia Santa Inês
Brigada Militar
Advogado Benhur Aurélio Formentini Nunes
ABC NOVO
SICREDI NOVO
WAGNER NOVO
INFE NOVO
Sellnet Telecom
Gráfica Ômega
Zanella
Farmácia Santa Inês

Mais acessadas

Mais notícias

Mulher, de 48 anos, estava recebendo benefício do idoso, de 78, que era aposentado pelo exército
A Polícia Civil descobriu uma ocultação de cadáver em Vacaria,...
Cotações dos produtos agrícolas (22/10/2020)
Confira os preços dos produtos agrícolas na ABC Agrícola de...
Presos todos os criminosos envolvidos que transportavam uma tonelada de maconha em Palmeira das Missões
Em uma ocorrência que iniciou na madrugada desta terça-feira (20),...
7° BPM prende homem por contrabando de cigarros em Crissiumal
Na quarta-feira (21/10), às 19h20 policiais militares do 7° BPM...
7° BPM apreende droga arremessada para interior do Presídio Estadual de Três Passos
Na quarta-feira (21/10), às 15h05, policiais militares apreenderam 105 porções...