Casal de SC fica preso em nevasca após caminhonete atolar na Patagônia: ‘Sozinhos e sem telefone’

Casal ficou preso em nevasca na Patagônia, na Argentina. Redes sociais/ Reprodução
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
BANNERSANTAINESNOVO
mart
SICOOB - Plano Safra (feed 1080x1080)

Um casal de Florianópolis ficou preso por mais de três horas em uma nevasca na Patagônia, Argentina, após a caminhonete usada por eles atolar a caminho do Ushuaia. Vídeos gravados por Thais Werplotz, e compartilhados na web, mostram que não havia pessoas ou casas próximas de onde estavam.

“Pegamos uma nevasca que nos tirou da estrada, atolamos três vezes, estávamos sozinhos, sem sinal de telefone”, escreveu em um vídeo compartilhado no Instagram.

A advogada, que viaja pela América do Sul há quatro meses com o marido, já passou por Chile, Bolívia e Peru. Eles foram surpreendidos pela nevasca na última quarta-feira (3), já em direção ao Ushuaia, onde chegaram no domingo (8).

Ela comenta que, durante os trajetos, o casal sempre busca polícia ou órgãos competentes para informar as condições das estradas. Eles também possuem internet via satélite, que pode ser ligada em situações de emergência como essa.

“Nos falaram que a Ruta 40 estava com um metro de neve, mas que poderíamos seguir pela Ruta 288, que estava com apenas 20 cm de neve, e que nosso carro 4×4 passaria sem necessidade de ‘cadenas’, as famosas correntes. Porém, pegamos uma nevasca que nos tirou da pista”, afirma.

Ela conta que também ventava muito, e a pista ficou com cerca de 50 centímetros de neve fofa.

“Pensávamos que para frente estaria melhor e seguimos. Mas atolamos novamente, e dessa vez foi muito feio. Meu marido ficou umas 3 horas cavando para nos tirar de lá”.

O marido, então, conseguiu mover o carro e voltou de ré por aproximadamente 15 metros. Ao tentar dar a voltar para ir para a frente, o  veículo afundou novamente.

“Ele cavou mais uns 30 minutos e moveu novamente o carro. Então, eu sentei na porta do lado de fora e fui guiando meu marido de ré por uns 700 metros, até um ponto em que a neve estava baixa para conseguir fazer a volta no carro”, explica.

 

Viagem

O casal, que chegou no Ushuaia, cidade mais ao sul do planeta, na noite de domingo, saiu de casa para executar o projeto em março.

Não houve outros atolamentos, segundo ela. “Mas todos os dias acontece algo na estrada. Antes de ontem salvamos um guanaco que estava com a pata pendurada em uma cerca. Ontem ajudamos desvirar um carro que, por conta da neve, tombou na lateral da estrada.

Após finalizarem o projeto, a ideia é viajar pela América do Norte, nos mesmos moldes, em 2026.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: G1

Casal de Florianópolis estava a caminho Ushuaia, na Argentina. Eles conseguiram sair por conta própria, após mais de três horas de tentativas, cavando.

Compartilhe:

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
BANNERSANTAINESNOVO
mart
SICOOB - Plano Safra (feed 1080x1080)

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo