Casal que sequestrou criança em Santa Catarina é suspeito em outros cinco casos

A Polícia Civil de Santa Catarina já sabe que o casal de sequestradores de uma menina de quatro anos em Palhoça (SC) é suspeito de outras cinco tentativas de aliciamento – com intenção de possível sequestro. A criança foi resgatada por policiais de um cativeiro no bairro Cachoeira do Bom Jesus, em Florianópolis, e o casal foi preso. As motivações para o crime ainda são apuradas, mas as suspeitas variam desde problemas psicológicos dos autores do crime até possível prática de algum ritual esotérico.

O casal, preso por sequestro qualificado, é natural de Santiago (região central do Rio Grande do Sul). A sequestradora tem 25 anos e não possui passagens pela polícia. Já o homem, que tem 43, possui boletins de ocorrência por violência doméstica. Ele se apresentava como dono de uma academia.

Policiais catarinenses foram procurados por cinco famílias que teriam sido abordadas pelo casal. Todas têm crianças pequenas e baixo poder aquisitivo. São pessoas de Florianópolis, São José e Palhoça, na região metropolitana catarinense.Conforme os relatos, o homem e a mulher se diziam professores, ganhavam a confiança dos pais e falavam na possibilidade de levar a criança para passear. Em alguns casos, falaram em adotar filhos.

Foi assim que fizeram com a menina de quatro anos, o único caso de sequestro concretizado. A mãe da criança disse aos policiais que já tinha visto o casal antes e que eles falavam em dar um brinquedo de presente. Eles prometeram doações de alimentos para a família, mas quando a mãe abriu a porta, na noite do dia 18 deste mês, o homem a agrediu com um ferro e ela desmaiou.

Foram mais de 24 horas de desespero, até a Polícia Civil localizar a criança e prender o casal, que a mantinha cativa numa casa em uma praia do norte de Florianópolis. O local estava bastante sujo e nele haviam máscaras de filmes de horror. O homem que sequestrou a menina teria feito ela desenhar o Coringa, personagem criminoso da série Batman. Daí a suspeita de que sejam perturbados mentais ou dedicados a algum ritual esotérico. A motivação, até esta sexta-feira (25), ainda era especulada pelos policiais.

Fonte: GZH

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

MAIS LIDAS

VÍDEOS

Mais notícias

Por orientação médica, prefeito de Tenente Portela está afastado da função
Devido a casos positivos de Covid-19 em sua família...
Em sua primeira viagem Pretinho consegue recursos no valor de R$ 600 mil para Miraguaí
Em sua primeira viagem em busca de recursos o...
Região Celeiro continua com índices em queda na área de Segurança Pública
A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do...
Carreta sai da pista e motorista fica ferido às margens da BR-285 entre Passo Fundo e Carazinho
Na tarde desta terça-feira (19), uma carreta tanque saiu...
Viatura da Brigada Militar se envolve em acidente com motocicleta no centro de Três Passos
Uma viatura da Brigada Militar e uma motocicleta envolveram-se...