Chefe de Polícia, Nadine Anflor afirma que já foi identificado o torcedor que arremessou celular em Lucas Silva

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

Em entrevista ao programa Domingo Esporte Show, da Rádio Gaúcha, a chefe de Polícia do RS, Nadine Anflor, afirmou que o torcedor que arremessou um celular no rosto do volante gremista Lucas Silva, no Gre-Nal deste sábado (19), já foi identificado.

— Os dois clubes estão colaborando com as investigações e, através de filmagens das câmeras, nós pudemos identificar o torcedor que arremessou o celular no jogador. Já temos o nome e a identificação, mas ele ainda está sendo tratado como suspeito.

A delegada acrescentou ainda ser necessário avançar nas investigações para determinar as circunstâncias do incidente. Ela destaca que o jogador ainda não marcou horário para prestar queixa com relação ao ocorrido, mas o depoimento deve ocorrer nesta segunda-feira (21).

— Nós já estamos trabalhando com diligências preliminares até que efetivamente ocorra essa representação. O procedimento não foi instaurado oficialmente, dependendo da representação, que é a peça formal da própria vítima — esclarece a delegada.

Nadine também destacou que somente com a apuração dos fatos vai ser possível determinar em qual crime o torcedor vai ser enquadrado, pois isso depende das circunstâncias. Ela ainda cita como exemplo o caso da pedra arremessada contra o jogador do Grêmio Mathias Villasanti, que foi caracterizado como tentativa de homicídio.

A delegada comentou também que assistiu à cena e, de forma preliminar, enquadraria o caso do celular arremessado contra Lucas Silva como lesão corporal, mas apenas a delegada Ana Luiza Caruso, titular do inquérito, poderá determinar.

Para Nadine, a possibilidade de uma prisão preventiva para o suspeito precisa ser avaliada pela equipe responsável pela investigação. Isso depende de fatores como a gravidade apontada pelo exame de corpo de delito do jogador e os antecedentes do torcedor. Nadine também esclareceu que existe grande probabilidade de o suspeito nunca mais poder voltar a frequentar um estádio de futebol, como já ocorreu anteriormente com outros torcedores com comportamento inadequado.

Após o terceiro gol do Grêmio no jogo contra o Inter, o volante Lucas Silva foi atingido no rosto por um celular arremessado na direção dos jogadores que comemoravam o feito de Diego Souza. Lucas sofreu um corte na boca e precisou de atendimento médico para estancar o sangue, necessitando levar pontos.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: GZH

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo