Com promessa de revolucionar a ciência, supertelescópio James Webb é lançado com sucesso

Space Videos / YouTube / Reprodução
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
mart
BANER SITE OBSERVADOR FEIRA
BANER SITE OBSERVADOR 67
1
2

supertelescópio James Webb foi lançado em Kourou, na Guiana Francesa, neste sábado (25) de Natal, após três adiamentos. O lançamento, que foi feito no foguete Ariane 5, saiu de solo terrestre por volta das 9h20min.

O novo equipamento é cem vezes mais potente do que seu antecessor, Hubble, e os cientistas afirmam que o James Webb ajudará a compreender as origens do universo.

A missão é uma parceria internacional da Nasa com a Agência Espacial Europeia (ESA) e a Agência Espacial Canadense (CSA). Agora, o novo observatório chegará em duas semanas ao local onde ficará orbitando o Sol, a 1,5 milhão de quilômetros da Terra.

O lançamento do James Webb é uma das missões mais complexas da história da Nasa. O JWST (James Webb Space Telescope), como também é chamado, é um grande telescópio infravermelho com um espelho composto por 18 segmentos hexagonais e diâmetro de 6,5 metros, três vezes o do Hubble, o seu telescópio antecessor lançado em 1990.

Segundo a agência espacial norte-americana, Webb “resolverá mistérios no sistema solar, olhará além para mundos distantes ao redor de outras estrelas e investigará as misteriosas estruturas e origens de nosso universo”. ” Como chegamos aqui?” Nós estamos sozinhos no universo?” “Como funciona o universo?” são algumas perguntas que Hubble já investigava e que JWST dará sequência à procura das respostas.

O telescópio consegue detectar comprimentos de onda infravermelho da galáxia e a luz visível de objetos a longa e, por isso, conseguirá observar fenômenos que o Hubble não conseguia. Assim, com ele, poderemos ver fenômenos nunca antes vistos por qualquer outro observatório.

De acordo com a Nasa, ele será como uma máquina do tempo, pois irá estudar todas as fases da história cósmica — de dentro do nosso sistema solar às galáxias observáveis ​​mais distantes no início do universo. Ele terá como objetivo estudar exoplanetas — planetas que orbitam um sistema planetário diferente do nosso — e observar as primeiras galáxias e estrelas formadas no universo.

A previsão dos cientistas é que seja possível observações no telescópio James Web a partir de maio de 2022.

Fonte: GZH

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
mart
BANER SITE OBSERVADOR 67
BANER SITE OBSERVADOR FEIRA
1
2

MAIS LIDAS

Sorry. No data so far.

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo