Como foi a ação que terminou com a morte de três suspeitos de ataque a banco em Itati

Brigada Militar
Advogado Benhur Aurélio Formentini Nunes
ABC NOVO
SICREDI NOVO
WAGNER NOVO
INFE NOVO
O ataque a uma agência bancária do Sicredi em Itati, no Litoral Norte do Estado, nesta sexta-feira (11), teria sido executado em poucos minutos por três suspeitos, que acabaram sendo mortos em confronto com a Brigada Militar, horas depois da ação. Reféns não ficaram feridos.
A ação teria começado por volta das 13h, quando os criminosos chegaram na agência. Segundo relatos repassados a Polícia Civil, um vigilante foi rendido na entrada do local. Dentro do estabelecimento, os três criminosos anunciaram o assalto e obrigaram uma funcionária a abrir o cofre da agência. O dinheiro dos caixas eletrônicos também foi levado. A ação teria durado cerca de 20 minutos.
Para deixar o local, os criminosos fizeram um cordão humano e fugiram em um Ford Ka branco, levando três reféns, incluindo o gerente do local.
— Foi um assalto típico da modalidade de novo cangaço, como chamamos, em que os criminosos rendem as pessoas e fazem cordão humano para tentar sair do banco sem entrar em confronto com os policiais — afirmou o comandante do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), tenente-coronel Douglas da Rosa Soares.
Pouco depois, os reféns foram liberados e o trio abandonou o veículo.
— Foi um susto grande, apavorante. (Na estrada) Tem umas curvas fechadas, parecia que o carro ia se perder. (Quando nos liberaram) Eles só disseram para seguirmos andando, sem olhar para trás. Não deu nem para ver para onde foram — descreveu Valdeci da Silva de Aguiar, que foi levado pelos bandidos na fuga.
O carro foi localizado pelo batalhão de aviação da Brigada Militar. Próximo dali, em uma região de mata, os três homens também foram encontrados.
— Nós começamos a fazer o cerco na mata e iniciamos o patrulhamento. A equipe se deparou então com os assaltantes, que investiram contra os policiais, que responderam — disse o comandante do BOPE.
Os três homens morreram no local. A perícia foi acionada. A identificação dos suspeitos ainda será verificada pelo Instituto Geral de Perícias. Os policiais não ficaram feridos.
No local onde o trio foi localizado, foram encontrados, segundo a polícia, três fuzis, uma pistola, um revólver e uma quantia em dinheiro — o valor não foi divulgado. De acordo com o delegado de Terra de Areia, que atende a região de Itati, Adriano Koehler Pinto, também foi encontrado um “kit de sobrevivência”, com alimentos e remédios.
O caso será repassado ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) , que ficará com a investigação.

Fonte: Gaucha ZH

Sellnet Telecom
Gráfica Ômega
Zanella
Farmácia Santa Inês
Brigada Militar
Advogado Benhur Aurélio Formentini Nunes
ABC NOVO
SICREDI NOVO
WAGNER NOVO
INFE NOVO
Sellnet Telecom
Gráfica Ômega
Zanella
Farmácia Santa Inês

Mais acessadas

Nenhum dado até agora.

Mais notícias

EX-aliados, Locatelli e Júnior disputam a prefeitura de Vista Gaúcha
Depois de ter a eleição de 2016 decidida através de...
ALERTA – Ar polar derrubará temperatura no Centro-Sul do Brasil
A MetSul Meteorologia alerta que uma massa de ar polar...
Homem acaba morto após fugir da polícia no Noroeste do RS
Uma movimentação atípica da Brigada Militar chamou a atenção dos...
7º BPM prende dois homens por tráfico de drogas em Braga
Por volta das 20 horas desta sexta-feira (18) a Brigada...
Braga registra um novo caso de Covid-19
Em novo boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (18) a Secretaria...