Cotricampo a maior Indústria de trigo do Rio Grande do Sul

Foto: Valdacir de Jesus Guedes

Cooperativa situada na Região Noroeste, amplia o recebimento de grãos. Com a maior indústria de trigo do sistema cooperativo do Rio Grande do Sul, a Cotricampo também tem ampliado o volume de recebimento de soja. No último ano, a ampliação passou de 15%. Com um trabalho muito integrado com o cooperado, hoje os associados passam de 8 mil nas regiões de atuação.

A capacidade de moagem de trigo da Cotricampo é de 220 toneladas por dia, ou seja, um milhão de sacas de trigo por ano em farinhas domésticas e industriais. A comercialização desses produtos é destinada para Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais. Nesta última safra de soja, os números também foram muito positivos. A Cotricampo recebeu um volume superior a três milhões e duzentas mil sacas, superando em 17% o volume recebido no ano de 2020.

Os resultados são positivos, mas a expectativa do presidente da Cotricampo, Gelson Bridi, é poder, nesta safra, bater o recorde de recebimento de trigo com dois milhões cento e quarenta mil sacas obtido na safra de 2019. “Temos no histórico dos produtores aqui da região a vocação de produzir trigo que vem passando de pai para filho no processo de sucessão familiar das propriedades e é responsabilidade da cooperativa todo o esforço para que esta cultura possa ser planejada, executada, assistida por profissionais da assistência técnica, recebida em nossos armazéns, e comercializada com a liquidez necessária ao produtor, graças à absorção de pelo menos a metade das safras recebidas, pela nossa indústria de trigo”.

Atuando em dezessete municípios da região Celeiro, tem 22 unidades de recebimento de grãos, dezessete lojas agropecuárias, doze supermercados, uma indústria de farinha de trigo, uma unidade beneficiadora de sementes e um posto de combustíveis. A Cooperativa conta também com uma agroindústria de panificação e uma fábrica de rações voltada especialmente à dieta alimentar para rebanho leiteiro. Em 2020, a cooperativa teve um faturamento recorde que superou R$ 1,024 bilhão. Com isso, obteve um crescimento de 14% em relação ao ano anterior. As sobras foram 36% maiores que as de 2019, superando dez milhões de reais, valor que foi revertidos em benefícios aos 8.760 associados.

A Cotricampo tem um trabalho muito integrado com seu cooperado, onde a Embrapa Trigo e outras empresas de sementes, desenvolvem materiais mais apropriados à indústria junto ao campo experimental da própria cooperativa.

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider