Crissiumal: Funcionário Público é suspeito de Crime de Corrupção Passiva

Na data de hoje, 11 de junho de 2021, a Delegacia de Polícia de Crissiumal remeteu à justiça um inquérito policial instaurado para a apuração do Crime de Corrupção Passiva, descrito no art. 317 do Código Penal. A pena máxima do crime pode chegar a doze anos de reclusão.

O fato investigado refere-se à exigência indevida de valores relativamente à “suposta taxa” envolvendo prestação de serviço militar. Um funcionário da

Administração pública municipal foi indiciado.

Conforme o delegado William Garcez, responsável pela investigação, os elementos de informações e provas colhidas no inquérito policial apontam que a cobrança indevida ocorreu durante o transporte de jovens à cidade de São Borja (RS). O delegado informou, ainda que o funcionário indiciado é o mesmo envolvido em recente investigação relativa ao crime de concussão, remetido ao Poder Judiciário no dia 09/06/2021e que representou por medidas cautelares em desfavor do indiciado.

 

William Garcez,
Delegado de Polícia.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider

VÍDEOS

Mais notícias

Homem é detido após agredir ex-namorada em via pública em Chapecó
Um homem foi detido na noite de domingo (20),...
Homem de 49 anos foi encontrado morto em um mato de Santo Cristo
Policiais da Brigada Militar comunicaram que neste último domingo...
Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo no interior de Palmeira das Missões
Uma guarnição da Brigada Militar de Palmeira das Missões...
Redentora confirma o 27º óbito em decorrência da Covid-19
A Administração Municipal de Redentora, através da Secretaria de...
Com 526,5 mil doses, maior remessa de vacinas da AstraZeneca chegará ao RS nesta segunda-feira
Vem aí mais um reforço para a campanha de vacinação...