CULPA

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
CULPA

Acreditamos ser poderosos, fortes. é verdade que podemos enfrentar muitas intempéries da vida, acreditando só em nós mesmos, já que muitos não acreditam numa Força Superior, mas no fundo não conseguem evitar vários sentimentos, como o da culpa.

E por qual motivo será que não conseguimos nos livrar da culpa já que nos achamos tão autônomos? Simplesmente porque em nosso íntimo existe algo que nos acusa o que muitos chamam de consciência, mas na realidade é algo muito maior! é a Lei Divina atuando e que está implantada em nós, como bem explica Kardec no Livro dos Espíritos. Não adianta querer fugir de algo que escapa nossa capacidade seletiva mental. Trazemos desde as primeiras encarnaÇÕes certas peculiaridades que não são apagadas ao longo do tempo. Quando ainda na faze animal, isso há bilhões e bilhões de anos, contávamos com o instinto, e já tínhamos o conhecimento da Lei Maior. Hoje embora o instinto ainda perdure, já ultrapassamos esta fase e contamos também com a razão, o que nos proporciona um discernimento maior sobre o certo e errado e podemos assim utilizar o livre arbítrio com maior firmeza. Toda vez que vamos errar nossa consciência é a primeira a nos alertar sobre o proceder, evitando assim que consumemos atos que possam comprometer nossa atual encarnação ou quem sabe, dependendo da atitude trazer consequências ruins para vidas futura, já que como espirito que somos vamos viver muitas vidas até atingirmos a perfeição que o Pai almeja para nós.

Portanto toda vez que infringimos a Lei Divina, geramos a culpa, e esta só vai desaparecer a partir do momento que reconhecermos a gravidade de nossa maldade realizada, com um arrependimento sincero e procedermos à reparação do erro, injustiça, em fim, o mal cometido, isso se for possível reparar, pois muitas vezes podemos praticar algo tão odioso, que será impossível sanar o mal feito nesta vida. Mas existem situaÇÕes que estamos tão determinados a praticar um ato degradante, mas que nos parece até correto por questões ideológicas que nem conseguimos perceber o alerta da consciência, mas certamente após o cometimento do escândalo a culpa vem, mesmo que não estejamos mais no corpo físico, como é o caso que acontece a essas pessoas que explodem o corpo causando um dano a tudo que estiver a seu redor. Devemos estar atentos para a sinalização de culpa existente em nossa mente e evitar assim enveredarmos por um caminho que nos trará sempre desfecho triste, mesmo que esta culpa seja de pequena intensidade.

Em minha infância aprendi um versinho que diz assim: “Se mudas teu horizonte, age sempre com prudência. Antes espinhos na fronte, do que brasas na consciência Quem sabe possamos de agora em diante vigiar mais nossas atitudes e com isso o recurso culpa será menos sinalizado em nossa razão. Muita paz amigos.

Postada originalmente em: 2016-07-09 03:00:00

Categoria original: Coluna Semanal

Fonte: Nilton Moreira

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
graficaomegaok
zanella
farmsantinesnova
Sellnet2