Dengue: com mais de 500 casos Rodeio Bonito decreta situação de emergência

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

Com um crescimento alarmante do número de casos de dengue, a prefeitura de Rodeio Bonito, decidiu decretar situação de emergência. A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (16), após uma audiência pública realizada na cidade para debater medidas de enfrentamento com a população.

O decreto, assinado pelo prefeito Paulo Duarte, é válido por 90 dias, prorrogável por igual período. A medida autoriza agentes de saúde e servidores municipais a entrar em casas fechadas e abandonadas ou em residências em que os proprietários se recusarem a receber os funcionários, das 7h às 18h – eles podem estar acompanhados de autoridade policial, se necessário.

No documento, a Secretaria Municipal de Saúde também fica autorizada a requisitar pessoal e equipamentos de diversos órgãos da prefeitura ou de entidades privadas para o combate aos focos do mosquito.

Na justificativa para o decreto, o Executivo argumenta que “uma epidemia de dengue coloca em risco a capacidade assistencial das unidades de saúde, pronto-atendimentos e hospitais”. No documento, a prefeitura também cita que a combinação da pandemia de covid-19 com o aumento de casos de dengue faz com que seja necessário redobrar os esforços.

Conforme a prefeitura, 548 casos de dengue já foram registrados desde o dia 6 de janeiro e os números foram atualizados até o fim da tarde de quarta-feira. Desses, 240 ainda estão ativos. Os registros ocorreram em todas as regiões do município, principalmente na área urbana.

A população estimada para 2021 em Rodeio Bonito é de 5.868 habitantes. Isso significa, portanto, que 9,3% dos moradores já tiveram ou estão com dengue.

A prefeitura está realizando diversas ações, como mutirões de orientação e eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti e aplicação de inseticida – a dedetização é feita praticamente todos os dias, nas ruas onde há moradores que foram infectados. Carros de som também passaram nas ruas, reforçando a necessidade de cuidado com o pátio e com a água parada. Moradores são orientados a usar repelente todos os dias.

A secretária municipal de Saúde, Daniela Strapazzon, relata que moradores têm o hábito de coletar água da chuva, o que, neste momento, não está sendo recomendado. O problema é que, em alguns casos, os recipientes não ficam bem vedados, o que favorece a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: Rádio Uirapuru

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo