Empresário é preso pela segunda vez em 72 horas por receptação de eletrônicos roubados no RS

Parte da carga apreendida em loja de homem suspeito de receptação foi reconhecida pelos proprietários — Foto: Divulgação/Polícia Civil
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
BanneFixoSite

Um empresário de 24 anos foi preso pela segunda vez em 72 horas por crime de receptação, em Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo. A prisão foi na manhã de quinta-feira (28), e divulgada na sexta (29) pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de São Leopoldo, responsável pelas investigações.

O homem é dono de uma loja no Centro de Santa Cruz. Segundo o delegado Ayrton Figueiredo Martins Junior, ele adquiriu uma carga de eletrônicos de alto valor que havia sido roubada do depósito de uma empresa de logística, no dia 24 de setembro, no bairro Arroio da Manteiga, em São Leopoldo, Região Metropolitana de Porto Alegre.

Ele foi preso pela primeira vez na terça-feira (26). Segundo o delegado, o homem cooperou com a investigação e afirmou não saber que a carga era roubada. A polícia representou então pela liberdade provisória dele.

Porém, a polícia teve acesso a elementos que comprovariam que ele tinha conhecimento da origem da carga. “A análise de mídias apreendidas na posse do capturado, autorizadas judicialmente, indicaram que o preso sabia do que se tratava na hora em que o negócio foi fechado”, diz o delegado. O suspeito teria pago R$ 250 mil pela mercadoria roubada.

Na loja do homem, foram apreendidos 60 celulares de alto padrão, 14 TVs e 11 notebooks. Segundo o delegado, a maioria foi reconhecida pelo proprietário do depósito roubado. A polícia não descarta que também existam objetos frutos de outros roubos.

Ele foi atuado em flagrante por receptação qualificada, e a Polícia Civil representou ao judiciário pela prisão preventiva.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

 

Investigação do roubo corre em sigilo

De acordo com a Polícia Civil, o roubo do depósito em setembro foi de “proporções cinematográficas”. Oito indivíduos fortemente armados, usando distintivos da Polícia Civil, chegaram ao galpão de distribuição da empresa, utilizando duas vans de transporte, um VW Tiguan e um Hyundai HB20.

Os assaltantes dominaram os funcionários, mediante violência, e roubaram a carga de eletrônicos. O valor total da carga não é divulgado. Os funcionários foram trancados em um caminhão baú durante o roubo.

 

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

 

 

Fonte: G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
FarmaciaVidaCoronelBicaco_Bannerok
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
graficaomegaok
zanella
farmsantinesnova
Sellnet2