“Eu não tenho dúvida que ela matou o próprio filho e ainda fez uma cidade inteira chorar”, diz Daniel Tonetto, advogado do Pai de Rafael

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
mart
BANER SITE OBSERVADOR FEIRA
BANER SITE OBSERVADOR 67
1
2

Alexandra Salete Dougokenski, acusada pela morte do filho, Rafael Mateus Winques, de 11 anos, na cidade de Planalto, em maio de 2020 irá a julgamento na próxima segunda-feira (21), no município onde ocorreu o fato. Alexandra está presa preventivamente na Penitenciária Municipal de Guaíba.

Em entrevista, nesta sexta-feira (18) ao Grupo Chiru o advogado Daniel Tonetto que defende o Pai de Rafael neste processo disse que a tese levantada pela defesa de Alexandra, não em nenhum fundamento lógico. “É a quarta versão que a Alexandra apresenta e ninguém vai acreditar numa pessoa que mata o próprio filho”, salientou o defensor. “Existem provas testemunhais e periciais que o Rodrigo estava em Bento Gonçalves no dia do crime”, argumentou.

A defesa de Alexandra, durante entrevista ao Grupo Chiru, disse que vai demonstrar, durante o julgmento, que o Pai é o responsável pela morte do menino. Para Daniel Tonetto, essa aggumentação é uma afronta à justiça que recebeu todos os elementos comprobatórios que apontam a mãe como a única autora do assassinato.

Sobre o argumento apresentado pela defesa de Alexandra, que o Pai estava em Carazinho nas proximidades do dia do crime, Tonetto ressaltou que isso não tem nenhum cabimento. “Não há nem um ponto verdadeiro nisso, ela matou a criança e ainda fez uma cidade inteira chorar acreditando que o menor estaria desaparecido”, ressaltou. O advogado mencionou ainda que Alexandra tem um desprezo emocional pelas pessoas, acreditando que os demais são ‘Burros’ e vão aceitar as histórias apresentadas por ela nesses dias que antecedem o julgamento.

O assistente de acusação mencionou que se fosse em um país em leis mais severas, Alexandra seria condenada, no mínimo, a prisão perpétua, porém, as leis Brasieleiras não permitem que isso ocorra, passando a sua convicção que o resultado do julgameto não será outro a não ser a condenação da mãe de Rafael Winques.

Fonte: Jornalismo Grupo Chiru

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
mart
BANER SITE OBSERVADOR 67
BANER SITE OBSERVADOR FEIRA
1
2

MAIS LIDAS

Sorry. No data so far.

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo