Filho é indiciado suspeito de planejar assalto na casa do próprio pai

Slider

A Polícia Civil indiciou sete pessoas pela tentativa de assalto à residência de um empresário, em 21 de julho, no centro de Santa Maria. Entre os suspeitos, está o filho da vítima, de 37 anos, o qual, conforme apurou a investigação, teria ajudado no planejamento e logística do crime. Ele responde pelo crime em liberdade.

Outros quatro indivíduos, que haviam sido presos no dia da ação, e dois detentos da Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro, também foram indiciados. De acordo com a Polícia Civil, o filho da vítima teria uma dívida de drogas com um dos detentos, mas não se sabe de quem teria partido a ideia de assaltar a residência. Todos já foram denunciados pelo Ministério Público.

Operação em Santa Maria localiza 74 veículos em desmanches clandestinos

Duas adolescentes de 15 e 17 anos também estariam envolvidas na ação criminosa. A dupla vai responder, em liberdade, um processo de adolescente infrator. O inquérito policial foi remetido ao Judiciário na última sexta-feira indiciando os sete por tentativa de roubo majorado, receptação de veículo, adulteração de placa, associação criminosa e corrupção de menor. A informação foi divulgada apenas nesta quarta-feira.

 

A LOGÍSTICA DO CRIME
Conforme a Polícia Civil, no domingo que antecedeu o crime, dia 18 de julho, quatro criminosos teriam vindo da Região Metropolitana para Santa Maria. Até o dia do assalto, teria sido o filho do empresário que guardou o veículo, que era furtado e tinha as placas clonadas. As duas adolescentes teriam dado apoio logístico ao grupo e fornecido as armas.

Após reforma, sede da Brigada Militar de Santa Maria será reinaugurada nesta quarta

No dia da ação, o homem teria entregue o carro aos assaltantes e ido até a casa do pai com o pretexto de fazer uma visita na hora do almoço. Ao ir embora, o suspeito teria deixado a porta aberta para facilitar a entrada dos criminosos.

O setor de inteligência do órgão policial já estava monitorando o possível assalto e, no momento em que o grupo chegava na casa, foi interceptado pelos policiais.

O CRIME
A ação aconteceu por volta das 13h30min na Rua Floriano Peixoto. Ao perceber a presença dos policiais, o grupo tentou fugir, e os agentes dispararam contra os pneus do veículo que o quarteto utilizava. Os criminosos estavam armados com dois revólveres calibre 38 e 32.

O carro, um Ford Ka, com placas clonadas de Canoas, foi roubado em Viamão seis dias antes do crime. Além das armas, foram apreendidos telefones celulares e fitas adesivas (que seriam utilizadas para amarrar as vítimas), além do veículo clonado.

A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco), sob coordenação da delegada Alessandra Padula.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: Bei

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider