Força Aérea envia helicópteros de resgate e pede que ilhados façam sinalização luminosa

Helicóptero da FAB utilizado em operação de identificação de ilhados após temporal no RS — Foto: FAB/Divulgação
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
BANNERSANTAINESNOVO
mart
Campanha Sobras - 1080X1080

Dois helicópteros da Força Aérea Brasileira foram selecionados, na noite desta terça-feira (30), para sobrevoar a região de Santa Cruz do Sul, Sinimbu e Candelária em busca de pessoas ilhadas após o temporal que deixou cinco mortos e 18 desaparecidos no Rio Grande do Sul. Quem estiver em situação de risco de vida e verificar a aeronave, deve sinalizar com a lanterna do celular ou outro equipamento luminoso.

As condições climáticas impediram a decolagem dos helicópteros, em Santa Maria. Não há previsão para o início do resgate.

A Defesa Civil do RS afirma que a sinalização permite a identificação do local exato, para que as equipes das forças de resposta cheguem ao ponto indicado. A orientação é para pessoas em situação de emergência e iminente risco de vida.

Em uma das ações de apoio, a FAB resgatou uma família que estava ilhada em uma casa com risco de desabamento. As pessoas foram içadas por uma corda e transportada da região de Candelária até Santa Cruz do Sul.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

 

Pedido do governo
No início da noite, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), pediu “urgência” ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na ajuda federal às cidades gaúchas afetadas pelo temporal. Nesta terça-feira (30), o estado registrou cinco mortes em decorrência da chuva.

Durante entrevista ao vivo ao RBS Notícias, Leite disse que o governo federal já enviou duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB), mas que o estado precisava de apoio para resgatar pessoas ilhadas.

“O presidente Lula garantiu a assistência e apoio. Nossa manifestação é no sentido de dar o sentimento de urgência. Porque, assim como passamos por situações extraordinárias no ano passado e a todo momento surgem situações de emergência aqui e ali no país, há que se dar a noção da gravidade do que o Rio Grande do Sul está vivenciando”, disse Leite.

 

Governo do estado aciona gabinete de crise por conta das chuvas no RS

Mais cedo, em uma rede social, Eduardo Leite escreveu uma mensagem direcionada a Lula, pedindo ajuda “imediatamente” e “já”, com as palavras destacadas em caixa alta.

“Presidente Lula, por favor envie IMEDIATAMENTE todo o apoio aéreo possível para o RS. Precisamos resgatar JÁ centenas de pessoas em dezenas de municípios que estão em situação de emergência pelas chuvas intensas já ocorridas e que vão continuar nos próximos dias”, publicou o governador.

Pouco depois, tanto Leite quanto Lula afirmaram que conversaram por telefone para viabilizar o apoio.

“Tenho certeza que poderemos contar com essa união de esforços para o resgate da população afetada, que é a nossa prioridade absoluta neste momento”, escreveu Leite.

“Falei com os ministérios da Integração, da Defesa e com o ministro Paulo Pimenta e, no que for necessário, governo federal irá se somar aos esforços do governo estadual e prefeituras para atravessarmos e superarmos mais esse momento difícil, reflexos das mudanças climáticas que afetam o planeta”, respondeu Lula.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: G1

Compartilhe:

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
WhatsApp Image 2022-07-15 at 09.14.17
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
BANNERSANTAINESNOVO
mart
Campanha Sobras - 1080X1080

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo