Funcionário de Hospital é preso suspeito de desviar medicamentos para tráfico no RS

Frascos eram desviados de hospital através de receitas com assinatura falsificada — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um funcionário terceirizado do Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre foi preso na manhã desta terça-feira (13) por suspeita de desviar medicamentos da instituição para vendê-las ao tráfico.

Segundo a Polícia Civil, ele usava receitas com assinaturas falsas para repassar frascos de codeína a traficantes. O medicamento era vendido então com as instruções de como fabricar a substância chamada purple drink. A venda era pelas redes sociais, com tele-entrega. Dois suspeitos de tráfico também foram presos.

A médica cujo prontuário era usado na fraude foi avisada por um farmacêutico, que desconfiou do alto número de receitas assinadas por ela, e comunicou a polícia. Em investigação, os agentes encontraram o primeiro suspeito de realizar o tráfico, que relatou o funcionamento do esquema e apontou os demais envolvidos.

A polícia apreendeu frascos de codeína e livros de controle das operações. Os policiais chegaram a encontrar uma música, escrita sobre o drink.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

 

Fonte: G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider