Homens são condenados por ataque ocorrido em Santo Augusto em 2017

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
OBAOK
278875877_5073530309371253_7577404801244216723_n
WhatsApp Image 2022-05-12 at 09.02.05

Quatro homens denunciados pelo Ministério Público em Santo Augusto foram condenados, na sexta-feira, 29 de abril, pelo Tribunal do Júri, em julgamento que se estendeu por 18 horas. Carlos Henrique Nascimento Coelho foi sentenciado a 55 anos e dois meses de reclusão pelos crimes de homicídio doloso qualificado por recurso que dificultou a defesa da vítima, contra maior de 60 anos; duas tentativas de homicídio doloso qualificadas por recurso que dificultou a defesa da vítima; uma tentativa de homicídio doloso qualificada por recurso que dificultou a defesa da vítima, contra maior de 60 anos; e associação criminosa armada.

Fabiano Hettwer Bernardo recebeu pena de 21 anos, três meses e 13 dias por duas tentativas de homicídio doloso qualificadas por recurso que dificultou a defesa da vítima; homicídio culposo; e lesão corporal leve. Valcir Correa Borges foi condenado a 15 anos, 10 meses e 28 dias por uma tentativa de homicídio qualificada por recurso que dificultou a defesa da vítima; homicídio culposo; lesão corporal leve; e lesão corporal grave. Valdir Corrêa Borges recebeu a pena de dois anos, sete meses e 15 dias por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Conforme o promotor de Justiça Eduardo Augusto Pohlmann, que atuou em plenário, no dia 24 de abril de 2017, em Santo Augusto, Carlos, Fabiano, Anderson Rafael de Quadros Correa (condenado em outro júri a 43 anos e seis meses de reclusão) e outras pessoas, todos a mando de Valcir e Juliano de Jesus Diniz de Quadros (falecido), se deslocaram em uma caminhonete à procura de um desafeto e o encontraram na frente da casa de Irineu dos Santos Camargo, então com 69 anos de idade.

O grupo abriu fogo contra a residência e contra as pessoas que estavam no interior dela. Irineu foi alvejado e morreu no Hospital de Caridade de Ijuí em razão de choque hemorrágico por perfuração hepática do rim direito por projétil de arma de fogo. O verdadeiro alvo do grupo acabou não morrendo, embora tenha sido baleado. Também estavam na casa outras quatro pessoas, sendo três adultos e uma criança. Todos sobreviveram.

Para consumação do ataque, a mando de Valcir, os réus Valdir e Carlos foram até a Região Metropolitana de Porto Alegre, onde compraram, receberam e transportaram as armas de fogo que foram utilizadas na ação. Valdir foi condenado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, e Carlos e Valcir, a pedido do MP, foram absolvidos deste crime pela aplicação do princípio da consunção.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
OBAOK
278875877_5073530309371253_7577404801244216723_n
WhatsApp Image 2022-05-12 at 09.02.05

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova