Instituto-Geral de Perícias esclarece que ossada encontrada em Cidreira é de cachorro

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
BanneFixoSite

O Departamento Médico-Legal do Instituto-Geral de Perícias (IGP) esclareceu a origem da ossada que havia sido encontrada na manhã deste domingo na beira do mar na praia de Salinas, perto da plataforma de pesca, em Cidreira, no Litoral Norte. “Trata-se dos restos mortais de um cachorro”, informou a instituição em nota oficial.

Além do IGP, a ocorrência mobilizou também o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CVBMRS) através do 9º Batalhão de Bombeiros Militar (9º BBM), além da Brigada Militar e da Polícia Civil. Os restos mortais, em avançado estado de decomposição, foram avistados por um pedestre por volta das 8h.

Houve até quem suspeitasse de que a ossada poderia ser do menino Miguel, de sete anos, que foi jogado pela mãe e a companheira desta na noite de 29 de julho deste ano no rio Tramandaí, em Imbé. Ambas foram presas e são rés no processo que tramita na Justiça. As buscas oficiais do 9º BBM foram encerradas no dia 13 de setembro passado.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
FarmaciaVidaCoronelBicaco_Bannerok
PromoWeek_Consórcios_BannerSite_300x266px (1)

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
graficaomegaok
zanella
farmsantinesnova
Sellnet2