Jovem de 21 anos foi forçada a cavar a própria cova antes de ser morta, diz delegado

Foto: Polícia Civil/Facebook
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442

Amanda Albach, de 21 anos, foi obrigada a cavar a própria cova antes de ser morta a tiros, informou o suspeito do crime a Polícia Civil. A informação foi repassada a imprensa durante uma entrevista coletiva, na tarde da última sexta-feira (03). O corpo da jovem foi encontrado na Praia do Sol, em Laguna, no Sul de Santa Catarina, após ficar desaparecida desde o dia 15 de novembro.

“Segundo ele, nas palavras dele, ele coagiu ela a caminhar com a pá, coagiu a cavar a própria cova, deu os disparos, ela caiu e ele tapou de novo e saiu”, disse o delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC), de Laguna, Bruno Fernandes.
Conforme o delegado, o crime foi cometido porque Amanda comentou com outras pessoas que o suspeito era envolvido com tráfico de drogas. O fato deixou o homem incomodado e ele decidiu matar a jovem.
Preliminarmente falando, um dos investigados se sentiu incomodado, porque percebeu que a Amanda teria contado para terceiras pessoas de que ele seria envolvido com tráfico de drogas, teria batido uma foto de uma arma que ele teria em casa para essas pessoas e nesse contexto que predomina em relação ao tráfico de drogas, ele não gostou dessa situação e essa foi a razão pelo qual ele optou por tirar a vida dela”, disse o delegado.

 

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

porClicRDC

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
graficaomegaok
zanella
farmsantinesnova