Juiz estabelece uma série de medidas para conter avanço do contágio por Covid-19 na Penitenciária de São Luiz Gonzaga

(Arquivo/Rádio São Luiz)

O juiz Rodrigo Kern Faria, diretor do Fórum de São Luiz Gonzaga, publicou ontem, 16, documento estabelecendo uma série de medidas para conter o avanço do contágio pelo coronavírus na penitenciária de São Luiz Gonzaga. Até o momento, segundo a administração da casa prisional, 13 detentos e 4 agentes foram positivados. O próprio diretor da penitenciária, Cláudio Dalpizzol, testou positivo e passou a cumprir isolamento. O vice-diretor Jânio Pereira Greff assumiu.

Entre as restrições estabelecidas pelo juiz está a dispensa de acompanhamento e escolta dos detentos internados. São dois até agora. O monitoramento é feito por meio de tornozeleira.

Foi solicitado ao delegado regional da 3ª Região Penitenciária a disponibilização de agentes suficientes para atender as demandas, caso seja necessário afastamento de novos servidores.

Foram suspensas até o dia 30 de junho as audiências presenciais e telepresenciais e o ingresso de oficiais de justiça, advogados e defensores públicos na penitenciária, salvo casos de comprovada urgência. Foram igualmente suspensas as transferências e remoções.

No momento os apenados estão recebendo a refeição nas celas, ou seja, sem acesso ao refeitório e também sem acesso ao pátio.

Os agentes já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A segunda está prevista para dia 2 de julho. A vacinação dos apenados foi suspensa após os primeiros testes positivos.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: Rádio São Luiz

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider