Meteoro Earthgrazer passa pela atmosfera da Terra e é registrado por observatório no RS; veja vídeo

Meteoro foi registrado por observatório em Taquara — Foto: Observatório Espacial Heller & Jung
Brigada Militar
Advogado Benhur Aurélio Formentini Nunes
ABC NOVO
SICREDI NOVO
WAGNER NOVO
INFE NOVO

Um meteoro, conhecido como ‘Earthgrazer’, foi visto na noite de domingo (16) em Taquara, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O registro foi feito pelo Observatório Espacial Heller & Jung, que utilizou uma câmera de alta sensibilidade com um campo de visão de 51,81 graus.

Segundo o professor Carlos Fernando Jung, diretor científico da Brazilian Meteor Observation Network (Bramon) e proprietário do observatório, o meteoro ‘Earthgrazer’ se caracteriza por não entrar totalmente na atmosfera do planeta, passando apenas em camadas superiores (ionosfera e mesosfera).

Esse foi o primeiro meteoro desse tipo registrado no Rio Grande do Sul neste ano. A duração dele foi de 4,133 segundos.

“Após esta passagem, o meteoro retorna ao espaço não se extinguindo na atmosfera. Os fatores que oportunizam esta passagem são a velocidade e o ângulo de entrada quase tangencial. Estes meteoros podem ser melhor observados pelas pessoas devido ao tempo em que permanecem na atmosfera”, afirma o professor.

Conforme Jung, os meteoros Earthgrazers possuem velocidades elevadas o suficiente para não serem atraídos totalmente pela gravidade do planeta.

“Eles têm um baixo ângulo de entrada, atingindo uma pequena fração da atmosfera. A pouca resistência aerodinâmica não causa muita desaceleração, oportunizando, após a passagem, a volta ao espaço. Após a passagem pela atmosfera, estes meteoros podem assumir uma nova órbita diferente da anterior que possuíam no espaço”, relata.

O meteoro entrou na atmosfera a uma altitude de 91,1 km e a última visualização foi a uma altitude de 76,2 km. A magnitude aparente foi de -0,72.

“O seu percurso registrado em 4,133 segundos, a partir do registro inicial até o final, foi de 100,3 km sobre a fronteira nordeste entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Após análise, foi determinado a classe como sendo um meteoro ‘July Gamma Draconids'”, acrescenta o professor.

 

Fonte: G1

Sellnet Telecom
Gráfica Ômega
Zanella
Farmácia Santa Inês
Brigada Militar
Advogado Benhur Aurélio Formentini Nunes
ABC NOVO
SICREDI NOVO
WAGNER NOVO
INFE NOVO
Sellnet Telecom
Gráfica Ômega
Zanella
Farmácia Santa Inês

Mais acessadas

Nenhum dado até agora.

Mais notícias

Santa Rosa: Fiscais da Vigilância e Brigada Militar dispersaram um rodeio irregular
Através de denúncias de moradores, na tarde de domingo(20), fiscais...
7° BPM captura foragido do sistema prisional em Crissiumal
No domingo (20/9), policiais militares capturaram um homem foragido do...
7ºBPM localiza trator em Tiradentes do Sul
No domingo (20/9), por voltas das 20h30, na localidade de...
Governo do RS recebe 8 pedidos para reconsiderar bandeiras do distanciamento controlado
Na 20ª rodada, o mapa preliminar do modelo do Distanciamento...
Vídeo – Motociclistas realizam manobras perigosas na RSC-472, em Palmitinho
Um grupo de motociclistas foi filmado realizando manobras perigosas, neste...