MPF REPUDIA CRIAÇÃO DE “PATRULHA INDÍGENA” NA TI GUARITA

MPF REPUDIA CRIAÇÃO DE “PATRULHA INDÍGENA” NA TI GUARITA

A promoção de arquivamento, realizado pelo Ministério Público Federal (MPF) em Palmeira das Missões/RS, do pedido de criação de uma patrulha indígena encarregada do policiamento ostensivo da Terra Indígena (TI) do Guarita foi aceito pela 7ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF.

O procedimento para criação de uma patrulha de segurança formada por policiais e índios indicados pelas lideranças da TI, havia sido instaurado a partir de requerimento feito pelo então cacique, Valdonês Joaquim, que encontra-se preso pelo suposto envolvimento em assaltos a agências bancárias em Miraguaí/RS.

No entendimento do procurador da República em Palmeira das Missões, Guilherme van Hombeeck, é temerária a proposta apresentada pelo ex-cacique. Salienta, também, que é desnecessário a criação da patrulha, uma vez que a Brigada Militar acatou recomendação expedida pelo MPF pedindo a adoção de providências para assegurar o policiamento ostensivo no interior da Terra Indígena Guarita.

Postada originalmente em: 2017-12-19 18:57:00

Categoria original: Região Celeiro

Fonte: Assessoria de Comunicação Social Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

MAIS LIDAS

VÍDEOS

Mais notícias

Motorista é flagrado transportando três bezerros dentro de Celta em SC
Um motorista foi flagrado ao transportar três bezerros dentro...
Acidente com morte é registrado na BR 158 em Júlio de Castilhos
Por volta das 05h45 desta terça-feira (20), no km...
Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão no Noroeste do RS
A Polícia Civil através da Delegacia de Polícia de...
Mãe e dois filhos menores são mortos em incêndio criminoso em Santa Maria
Três pessoas morreram em um incêndio criminoso na madrugada...
Confira Vídeo – Carreta esmaga carro na BR-316; família inteira morreu
Cinco pessoas morreram no acidente: uma professora, o marido,...