Os desafios da Gestão Escolar pós pandemia

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

Com a descoberta do novo Coronavírus (COVID – 19, como é popularmente conhecido). A Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu alerta para o mundo todo, no mês de janeiro de 2020, com relação à gravidade da contaminação do então desconhecido vírus. Já em fevereiro do mesmo ano o vírus da doença chegou no Brasil e, logo no mês de março, foi declarada a situação de pandemia do Covid-19, se caracterizando como uma combinação de crises: social, econômica e sanitária, sem precedentes ao longo da história em todo o mundo. Afetando várias áreas da sociedade, com a educação não foi diferente. A Gestão Escolar foi gravemente afetada, com fechamento de escolas, evasão de alunos, cancelamento de matrículas e a necessidade de reorganização dos modelos de ministrar aulas.

Segundo Lück (2009; 2013) a gestão escolar se define como uma área de atuação profissional na educação, incumbida do planejamento, da organização, da liderança, da orientação, da mediação, da coordenação, do monitoramento e da avaliação de processos essenciais às ações educacionais destinadas à promoção da aprendizagem e da formação dos educandos. Para a autora, a gestão escolar possui dimensões (pedagógica, administrativa, de cultura e clima escolar, de pessoas e de resultados) que precisam ser compreendidas em suas especificidades e em suas possibilidades de integração.

Com a situação de pandemia decretada em nosso país, iniciou-se um período de várias incertezas, começava então assustadora e desafiadora fase da aprendizagem remota, que foi marcada pela instabilidade emocional de todos os envolvidos no processo de ensino e de aprendizagem (Professores, alunos e familiares).

Diante disso, a Gestão Escolar precisou intervir, de forma emergencial, assumindo o papel de coordenar as tomadas de decisões, contornando as dúvidas e ansiedade dos pais, colaborando, apoiando e acompanhando os professores para que se mantivessem focados em sua missão de transmitir o conhecimento aos educandos da melhor maneira possível, bem como fornecendo todo o apoio necessário e disponível no momento.

Foram vários meses cercados de muita insegurança, pois os dias se passavam e a pandemia parecia não ter mais fim, e um dos grandes desafios da Gestão Escolar era se manter bem estruturada, preparada emocional e psicologicamente, para trabalhar de maneira democrática e focada nos seus objetivos principais que eram zelar pela saúde de seus educandos e profissionais de educação e a oferta de atividades bem planejadas e que atendessem aos anseios dos pais e alunos, com vistas a despertar o interesse dos mesmos para a sua realização e devolutiva.

Estas e outras diversas situações apresentaram muitos impactos, principalmente para a escola, os professores, funcionários, alunos e famílias. Sobre a escola, se faz muito importante evidenciar as novas responsabilidades que os gestores receberam. Sendo assim, em todos os níveis de ensino e instituições públicas ou privadas. Foi preciso utilizar e adaptar-se a novas exigências da sociedade, relativas aos protocolos de saúde, obrigações educacionais e legais, questionamentos e demandas das famílias dentre muitas outras. Os gestores, além de estar sob constante pressão em buscar melhores índices educacionais, tiveram que se preocupar e ocupar-se com os novos modelos de realização das aulas, fossem elas híbridas, semipresenciais ou presenciais.

O período “pós-pandemia” continuará impondo novos desafios para os gestores das escolas. Que além de lidar com problemas históricos que com a ocorrência da pandemia receberam mais visibilidade nesse período, precisarão enfrentar desafios de proporções que ainda são desconhecidas.

Neste sentido, cabe ao gestor escolar, promover uma gestão participativa e democrática, baseada nos princípios da qualidade do ensino ofertado pela instituição de ensino, valorização e apoio pedagógico ao corpo docente, busca ativa de educandos, reestruturação das propostas de ensino e readaptação de currículo, visando amenizar as diversas perdas ocasionadas durante todo o período.

 

Referências Bibliográficas

LÜCK, H. Dimensões de gestão escolar e suas competências. Curitiba: Editora Positivo, 2009. LÜCK, H. Concepções e processos democráticos de gestão educacional. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

 

Fonte: Juliano Antonio da Silva

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
Roque_2021-300x266-1-seo