PATRAM constata corte irregular de vegetação nativa

Slider

Nesta sexta-feira 13, após a guarnição de serviço do 3° Grupo de Polícia Militar Ambiental de Nonoai receber denúncia, a respeito de crime ambiental no município de Gramado dos Loureiros, foi realizada fiscalização em uma propriedade, onde foi constatada o corte seletivo de vegetação nativa em estágio inicial, médio e avançado de regeneração em uma área de 0,5 hectare (5.000 metros quadrados), sendo utilizada uma motosserra para o referido dano que atingiu as seguintes espécies: Timbó, Pitangueira, Guajuvira, Coqueiro, entre outras.

No local, fora constatado a existência de dois metros cúbicos de madeiras nativas, cortadas em “torretes” de metro, o restante da matéria prima oriunda do dano ambiental, encontrava-se no referido local, em árvores inteiras. Também no local foi possível constatar a utilização de produto químico (secante), para dessecar a vegetação rasteira. O corte foi realizado sem que o proprietário possuísse licença ambiental do órgão competente, incorrendo assim em crime de menor potencial ofensivo, tipificado pelo artigo 45 da lei 9.605/98, sendo confeccionado Termo Circunstanciado correspondente ao fato.

Fonte: PN Notícias

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider