Petrobras anuncia novo aumento nos preços da gasolina e do diesel

Foto: Marcelo Brandt/G1
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite
#10659-banner-master-266x300px (1)

A Petrobras anunciou, nesta sexta-feira (17), uma nova alta nos preços dos combustíveis. Segundo a estatal, o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro — um aumento de 5,18%.

O último reajuste no valor do produto havia ocorrido em março. Já o diesel, que não era reajustado desde 10 de maio, passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro — alta de 14,26%.

O sinal verde para o aumento foi dado pelo Conselho de Administração da Petrobras em reunião extraordinária na quinta-feira (16). No mesmo dia, o presidente Jair Bolsonaro disse, em transmissão ao vivo nas redes sociais, esperar que a empresa não reajustasse os valores e não fizesse “maldade com o povo”.

Os novos preços passam a vigorar neste sábado (18).

Conforme a Petrobras, considerando a mistura obrigatória para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,96 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,15 por litro.

Com relação ao diesel, considerando a mistura obrigatória para a composição do produto comercializado nos postos, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de R$ 4,42, em média, para R$ 5,05 a cada litro vendido na bomba — variação de R$ 0,63.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

 

Justificativas

Em nota, a Petrobras afirmou que “é sensível ao momento em que o Brasil e o mundo estão enfrentando e compreende os reflexos que os preços dos combustíveis têm na vida dos cidadãos”. Contudo, conforme a empresa, “quando há uma mudança estrutural no patamar de preços globais, é necessário que a Petrobras busque a convergência com os preços de mercado”.

“É esse equilíbrio com o mercado global que naturalmente resulta na continuidade do suprimento do mercado brasileiro, sem riscos de desabastecimento, pelos diversos atores: importadores, distribuidores e outros produtores, além da própria Petrobras”, diz o texto.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp. 

Fonte: GZH

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
durstok
postedeatendimentosite
#10659-banner-master-266x300px (1)

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova
#10659-banner-standard-200x266px (1)