Prefeito é condenado por perseguição política

O Poder Judiciário de Erechim julgou procedente ação de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público, condenando o Prefeito Municipal de Mariano Moro, Irineu Fantin, por desvio de finalidade e/ou poder, por perseguição política de servidora pública concursada.
Segundo os fatos, Irineu Fantin transferiu servidora pública que não o apoiara em campanha política para uma sala isolada e sem estrutura para o trabalho, indicando, assim, a motivação política de seu ato.
A sentença judicial condenou Irineu Fantin às sanções de suspensão de direitos políticos por 03 (três) anos e pagamento de multa civil no equivalente a 10 (dez) vezes o valor da remuneração recebida pelo Prefeito.

Fonte: Promotoria de Justiça de Erechim
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

MAIS LIDAS

VÍDEOS

Mais notícias

Acidente no interior de Constantina deixa homem em estado grave
No início da manhã deste sábado, 23, um veículo...
Confira Áudio: Informativo da Administração Municipal de Miraguaí em 23/01/2021
Confira o informativo da Administração Municipal de Miraguaí neste...
Confira Áudio: Informativo da Administração Municipal de Braga em 23/01/2021
Confira o informativo da Administração Municipal de Braga neste...
7ºBPM prende por tráfico de drogas em Três Passos
Na noite da sexta-feira (22/01), no bairro centro em...
Empresas de móveis emitem nota após golpistas agirem em Santa Rosa
Na sexta-feira uma noticia trouxe a informação que golpistas...