Preso advogado suspeito de usar atestado médico falso para liberar detentos pela Covid-19

A Polícia Civil efetuou, na manhã desta quinta-feira, em Gravataí, a prisão preventiva de um advogado investigado por integrar um suposto esquema envolvendo a utilização de atestados médicos falsos para liberar presos em função da pandemia da Covid-19. Os documentos seriam forjados para constar doenças que colocariam os detentos no grupo de risco, para que fosse pleiteada a liberação.

A Polícia Civil cumpriu ordens judiciais na residência e no escritório do advogado para apreender documentos que possam servir de prova e corroborar com a investigação. A ação foi conduzida pela 2ª Delegacia de Polícia de Combate à Corrupção, sob comando do delegado Vinicios Batista do Valle, mobilizando 15 agentes policiais e quatro delegados.

O preso está sendo investigado por crimes contra a fé pública e contra a administração da justiça. Documentos, três celulares, um notebook e cerca de R$ 7 mil em dinheiro foram apreendidos.

Com informações: https://twitter.com/policiacivilrs

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider

VÍDEOS

Mais notícias

Pais buscam notícias de filha e neto desaparecidos na Região Celeiro
Alrmiro e Terezinha Richert Regner, pais de Solange Carine...
Depois de vídeo, mulher envolvida no acidente na BR 386 tem prisão solicitada
A mulher de 34 anos ferida gravemente no acidente...
Morre uma das mais antigas moradoras de Braga
Faleceu na madrugada desta terça-feira, 18, aos 99 anos,...
Polícia vai apurar circunstâncias da morte de homem esmagado por retroescavadeira em Entre-Ijuís
Conforme a delegada de Polícia de Entre-Ijuís, Maria Rosane...
RS é um dos alvos de uma das maiores operações contra rede mundial de pedofilia
As Policiais Civis de 19 estados realizam nesta terça-feira...