Redentora: COE emite parecer favorável ao retorno das aulas presenciais

O Prefeito Nilson Paulo Costa convocou uma reunião do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE), que foi realizada no dia 07 de junho, nas dependências da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, para debater a questão do retorno às aulas presenciais.

Estiveram presentes, além do prefeito Nilson; a Primeira Dama e Secretária Municipal de Educação e Cultura, Eliane Amaral Costa; a Secretária Adjunta Márcia Marques; Daiane Schroeder, da equipe técnica da Secretaria; o Secretário Municipal de Saúde, Rogério Gigoski; a enfermeira Ranieli Giacobo Bottega; Carlos Wanderlaan Castro de Oliveira, representante da Defesa Civil; Carlos Roberto da Silva Pias, representando a Vigilância Sanitária; e a Procuradora do Município, Juliane Rebelatto. Com exceção do prefeito Nilson e da Procuradora Juliane, os demais compõem o COE.

Assim, os integrantes do COE emitiram parecer favorável ao retorno das aulas presenciais, de maneira escalonada sendo que, na quarta-feira, dia 09 de junho de 2021, as aulas presenciais terão início para os alunos da Pré Escola A, Pré Escola B, 1º ano do Ensino Fundamental e 2º ano do Ensino Fundamental, conforme o Plano de Contingência de cada escola.

Para a modalidade de ensino presencial do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental, as aulas se iniciam no dia 16 de junho de 2021, conforme o Plano de Contingência de cada escola.

A oferta presencial para a modalidade Creche (zero a 03 anos) fica postergada para após uma nova análise.

Será criada uma comissão de orientação e fiscalização nas escolas, para se fazer cumprir o Plano do Contingencia por elas previamente estabelecido.

O período escolar, devido ao transporte escolar, será de 04 horas letivas para os alunos que dependem do mesmo, sendo facultado o período 03 horas letivos para aqueles que não dependem deste transporte, ficando sob a responsabilidade de cada unidade escolar a organização de suas atividades letivas e/ou pedagógicas para cumprimento desta demanda.

Para se chegar a essas decisões, os membros do COE consideraram que o boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde na data de 07 de junho de 2021 apresenta um aumento de casos curados na sua totalidade; e que há necessidade da oferta do ensino presencial às famílias que optarem por esta modalidade de ensino. Consideraram também os planos de contingência apresentados pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, e o Plano de Ações Pedagógicas em tempos de Pandemia apresentado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

O Decreto Municipal será publicado no dia 08 de junho.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Prefeitura Municipal de Redentora

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider

VÍDEOS

Mais notícias

Homem é detido após agredir ex-namorada em via pública em Chapecó
Um homem foi detido na noite de domingo (20),...
Homem de 49 anos foi encontrado morto em um mato de Santo Cristo
Policiais da Brigada Militar comunicaram que neste último domingo...
Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo no interior de Palmeira das Missões
Uma guarnição da Brigada Militar de Palmeira das Missões...
Redentora confirma o 27º óbito em decorrência da Covid-19
A Administração Municipal de Redentora, através da Secretaria de...
Com 526,5 mil doses, maior remessa de vacinas da AstraZeneca chegará ao RS nesta segunda-feira
Vem aí mais um reforço para a campanha de vacinação...