Redentora: Equipe da Secretaria Municipal de Educação e Cultura debate retorno às aulas presenciais com COE

A Secretária Municipal de Educação e Cultura, Eliane Amaral Costa, coordenou uma reunião da Equipe Técnica da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e diretores das Escolas Municipais com o Centro de Operações de Emergências em Saúde (COE) de Redentora, no dia 26 de abril.

A reunião foi realizada no Auditório da Secretaria Municipal de Saúde e o assunto tratado foi o retorno ou não às aulas presenciais. Participaram da reunião a enfermeira Ranieli Giacobo Bottega e o vereador Malberck Dullius.

Em sessão virtual realizada na noite de 26 de abril, os desembargadores da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça não acolheram a tese do Ministério Público do Rio Grande do Sul e negaram o provimento ao recurso do Estado contra a decisão que mantém a suspensão das atividades nas escolas.

Com a decisão, as aulas presenciais seguem suspensas enquanto perdurar a classificação de bandeira preta no Modelo de Distanciamento Controlado, assim como a cogestão das atividades relacionadas à educação, que permitiriam a adoção dos protocolos sanitários da bandeira vermelha.

Ficou definido na reunião em Redentora que se o Governo do Estado emitir decreto de retorno às aulas presenciais haverá novamente uma reunião com o COE, para o estabelecimento de regras para o retorno, tanto relacionadas ao transporte escolar quanto ao número de estudantes nas salas de aula, etc.

A Secretária Eliane lembrou que todas as escolas receberam da Administração Municipal os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para evitar o contágio do Covid 19. “As aulas on line estão acontecendo e os professores, nas escolas, não estão se expondo ao contágio, pois estão bem protegidos”, frisou a Secretária.

Ela acrescentou que “estamos conscientes de que no ano passado houve uma perda de aprendizagem mas neste ano isso não poderá acontecer”.

A enfermeira Ranieli ponderou que existe uma pressão para o retorno às aulas presenciais, mas com o Estado em bandeira preta talvez não haja uma flexibilização e o retorno não aconteça.

O vereador Malberck disse que existem opiniões pessoais e técnicas sobre o assunto e que o retorno às aulas deve ser muito bem debatido. “Precisará existir uma mudança de comportamento, de hábitos, que irá permanecer”.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Prefeitura Municipal de Redentora

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider

VÍDEOS

Mais notícias

Explosão de lareira ecológica provoca incêndio em Três de Maio (Confira Vídeo)
Um incêndio provocado pela explosão de uma lareira ecológica...
Redentora: Administração Municipal divulga Vacinômetro
A Administração Municipal, por meio da Secretaria Municipal de...
Confira Áudio: Informativo da Administração Municipal de Coronel Bicaco em 14/05/2021
Confira o Informativo da Administração Municipal de Coronel Bicaco...
Chiapetta: Administração Municipal disponibiliza abertura de açudes gratuitamente aos agricultores
O Programa de incentivo à Piscicultura (Lei Municipal n°697),...
Carro usado na fuga de suspeito de mortes em Lagoa Vermelha é encontrado incendiado
A Polícia Civil encontrou, nesta sexta-feira (14), o carro usado...