RS tem queda em homicídios, feminicídios e latrocínios no mês de outubro

Atuação integrada das forças de segurança amplia ações de repressão e acelera elucidação dos casos investigados - Foto: Grégori Bertó / Ascom SSP
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
BanneFixoSite
PromoWeek_Consórcios_BannerSite_300x266px (1)

O Rio Grande do Sul voltou a ter queda nos crimes que resultam na morte da vítima. Em outubro, homicídios, feminicídios e latrocínios tiveram redução no Estado. Também caíram outros delitos, como assaltos e roubos de veículos. Os indicadores foram divulgados na manhã desta quinta-feira (11) pela Secretaria da Segurança Pública.

Com 118 homicídios em outubro, a queda em relação ao mesmo período do ano passado é de 31%. O dado representa o menor número de assassinatos para o mês registrado desde 2007, quando foram 107 vítimas. Na série histórica, o mês de outubro com mais casos de assassinatos, em 2014, teve 231 mortes, quase o dobro de agora.

Dos 23 municípios priorizados pelo programa RS Seguro, cinco encerraram o mês sem registro de homicídios: Guaíba, Lajeado, Rio Grande, Sapucaia do Sul e Tramandaí. Em 16 dessas cidades, houve queda ou estabilização na comparação com o mesmo período do ano passado.

Apesar da redução na maioria desses municípios, em Porto Alegre houve ligeiro aumento, de 17 para 18 vítimas. A cidade concentrou o maior número de casos, seguida de Canoas, com sete, e Viamão, com cinco. Em contrapartida, um dos destaques na queda de homicídios é Caxias do Sul, na Serra, que em outubro do ano passado teve 20 vítimas e neste foram três registros. Em 2020, a cidade teve um dos outubros mais violentos, o que levou ao reforço da segurança na região.

Para o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, as políticas adotadas por meio do RS Seguro estão por trás da redução desse tipo de crime e dos resultados alcançados no mês de outubro.

– Tivemos resultado excelente em outubro. Com quedas em todos os crimes contra a vida e redução ou estabilidade nos principais crimes contra o patrimônio. É o trabalho dos homens e das mulheres das nossas forças de segurança, com as premissas de integração, inteligência e o investimento qualificado que temos concretizado, mais uma vez, comprovando o acerto do planejamento do Programa RS Seguro – afirma.

Diferentemente de setembro, quando latrocínios (roubo com morte) tinham dado salto de 50%, em outubro voltou a haver retração nesse delito. Foram apenas dois casos de roubo com morte – quatro a menos do que os seis registrados no mesmo período de 2020, numa redução de 66%. Assim como em 2019, o total de casos repete o menor número para o mês verificado em toda a série histórica, desde 2002.

Um dos latrocínios aconteceu em Caxias do Sul, onde Sebastião Alceu Ribeiro dos Santos, 66 anos, dono de um bar, foi encontrado morto, no dia 6 de outubro, com pés e mãos amarrados. Duas pessoas foram presas por suspeita de terem torturado e assassinado o comerciante durante um assalto.

O outro aconteceu em Vicente Dutra, onde Cleder Jair da Silva, 38 anos, foi encontrado morto, após ficar mais de uma semana desaparecido. O corpo foi localizado no Rio Uruguai, com um disparo na cabeça. Digitais de suspeitos foram encontradas na caminhonete da vítima.

 

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

 

Fonte: Gaúcha ZH

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
FarmaciaVidaCoronelBicaco_Bannerok
PromoWeek_Consórcios_BannerSite_300x266px (1)

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
graficaomegaok
zanella
farmsantinesnova
Sellnet2