Sangue humano é encontrado no carro de ex-namorado da jovem desaparecida em Serafina Correa

Slider

A Polícia Civil recebeu o resultado da perícia realizada no carro do ex-namorado da jovem Daniele dos Santos Camargo, de 23 anos, moradora de Serafina Corrêa, na serra gaúcha. De acordo com a Polícia Civil, o resultado confirmou a presença de sangue humano no porta malas do automóvel. Agora a perícia vai confrontar o sangue encontrado com o material genético de familiares de Daniele, para saber se o sangue é ou não da moça.

A Polícia Civil já sabia da existência de sangue no veículo, no entanto precisava verificar se era humano ou de algum animal. A confirmação veio na tarde de hoje (18).

Relembre o caso

Doze dias desde que foi vista pela última vez, a Polícia Civil segue investigando o desaparecimento de Daniele dos Santos Camargo, de 23 anos, moradora de Serafina Corrêa, na serra gaúcha. A família diz que ainda mantém expectativas de localizá-la.

“A gente continua na esperança de encontrá-la. Mesmo tendo se passado quase 15 dias, ainda parece que, no outro dia, vão achar alguma coisa. Aquela esperança não sai”, diz a irmã, Daiane dos Santos Camargo.
De acordo com a polícia, o ex-namorado foi a última pessoa a estar com Daniele. Ele continua preso temporariamente.

“A prisão temporária é uma prisão justamente para investigação. Ele foi a última pessoa a estar com ela naquela ocasião, o que foi determinante para a prisão temporária dele, sobretudo porque ele negava inicialmente com ela que esteve com ela naquela manhã”, diz o delegado Tiago Albuquerque.

“A gente tem medo que passe mais 15 dias, ele seja solto, e isso tudo seja arquivado como esquecimento. A família reforça bastante esse medo de não ter uma resposta”, afirma Daiane.

Ao delegado que investiga o caso, o homem de 40 anos disse que, no dia do desaparecimento, tentou conversar com a jovem sobre o relacionamento, que havia acabado dois meses antes. Ele assegura que a deixou perto de casa e, depois disso, não sabe para onde ela foi. A polícia acredita que, até o momento, não há indício de participação de outra pessoa no desaparecimento de Daniele.

Ex-namorado suspeito do desaparecimento de jovem no RS já havia agredido ela, diz polícia. Novas imagens que a polícia conseguiu mudaram a direção das buscas no interior de Serafina Corrêa. Agora, os investigadores seguem pistas em Nova Bassano e Nova Araçá.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: Rádio Uirapuru

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider