Servidor das Obras morre durante trabalho em Taquara

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Taquara comunica com pesar a morte do motorista operador de máquina Marcelo Maria Alves, 37 anos, durante a realização de serviço de roçada na Linha São João, na tarde desta segunda-feira (5). O Município fará luto oficial de três dias pela perda irreparável e também abrir, já nesta terça-feira (6), uma sindicância para apurar como acidentes de trabalho. Marcelo deixa a esposa Luciana Martins, atual coordenadora dos Anos Iniciais e da Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes, e a filha Cecília, de 1 ano e 3 meses.

Marcelo era servidor concursado de Taquara desde 2018, mas em 2002 iniciou sua missão junto à administração municipal, como cargo de confiança, se destacando em diferentes gestões pela capacidade e envolvimento com o serviço e equipe. “Ele era incansável, trabalhava com amor e não media esforços para que o resultado surgisse”, destaca a prefeita Sirlei Silveira, que diz ter ficado “imensamente triste” ao saber da notícia do falecimento. “Deixo à família e aos amigos de Marcelo meus mais sinceros pêsames. Não mediremos esforços para esclarecer a causa do acidente ”, reforçou.

Assim que ocorreu o acidente, Marcelo foi socorrido com um ferimento no rosto até o Hospital Bom Jesus, onde apareceu os primeiros socorros e foi estabilizado para ser transferido ao Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), mas acabou falecendo à noite. O secretário de Obras, Serviços Urbanos, Mobilidade e Trânsito, Bruno Cardoso, se deslocou até o local do fato ainda durante à tarde. Bruno disse que aguardará o resultado da perícia política e investigação administrativa para compreender o que ocorreu.

Segundo o secretário, Marcelo “era um colega sensacional, muito parceiro, sempre trazia ideias para potencializar o serviço prestado à comunidade. Alguém que pensava no bem de todos, no coletivo. Com certeza, fará muita falta ”, externou, lembrando que a manutenção dos veículos das massas é feita semanalmente, com a lubrificação das peças dos equipamentos. Todos os dias, antes de iniciar os trabalhos, os servidores conferem o estado dos mesmos.

O corpo de Marcelo ainda estava, até às 22 horas desta segunda-feira, no HPSC e irá para o Instituto Médico Legal (IML), não tendo definido definido para o velório e sepultamento.

 

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Foto: Reprodução
Texto: Comunicação l Prefeitura de Taquara

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider