Tempo para todo o Propósito

Há tempo de plantar, tempo de cuidar e tempo de colher. Se não houver uma colheita favorável, será  tempo de avaliar o que deu errado. É oportuno indagar se a semente, o solo ou as condições climáticas foram o motivo da ausência de resultados  ou se outro fator qualquer, incluindo-se aí a negligência do(a) dono(a) da plantação…

Vá que se tenha deixado o gado comer a plantação, como se ela fosse pasto?

Assim, o é em todas as áreas das nossas vidas.

Por isso, a avaliação é um fator de medida para realinhar nossos esforços e empreendimentos, observando-se sempre  os resultados que alcançamos. E, então, decidir se  vale a pena prosseguir ou se   torna necessário encerrar um determinado projeto. Ou, ainda,   se devemos continuar na mesma linha de trabalho ou mudar toda uma dinâmica, com novos enfoques, esperando outros resultados.

Assim é, que comunico  estar encerrando minha participação na coluna   “A começar por mim”, neste conceituado meio de comunicação, sem antes deixar de agradecer ao jornal e aos leitores a oportunidade que me foi concedida.

Assim o faço, desejando a todo(a)s as mais ricas bençãos e um trabalho êxitoso em cada uma de suas funções.

Ieda Maria.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider