Três pessoas são presas em Ijuí por suspeita de envolvimento na morte de uma mulher

prisão efetuada pela polícia civil
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442

Nesta segunda-feira (11), três pessoas foram presas em Ijuí por suspeita de envolvimento na morte de uma mulher com diversos disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no dia 8 de outubro, por volta das 8h da manhã, na Faixa Velha, tendo como vítima uma mulher de 41 anos de idade.

Imediatamente se iniciaram inúmeras e várias diligências investigatórias realizadas pelos policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas de Ijuí  (Draco/IJUÍ), tais como solicitações de perícias criminais, oitivas, análises de imagens, pedidos de quebra de sigilos, extrações de dados e reconhecimentos de pessoas e objetos.

No meio da tarde de hoje, os policiais civis abordaram em um hotel, no bairro Mundstock, situado em Ijuí, um casal de namorados (ambos de Chapecó/SC, ele com 23 e ela com 19 anos de idade) e outra gaúcha, natural de Tupanciretã, com 23 anos de idade, sendo apreendidos na ação dois revólveres calibre 38, ambos municiados e com numeração “raspada”/suprimida, dois celulares, o veículo que teria sido utilizado no delito, bem como uma motocicleta.

Ambos tiveram em seu desfavor flagrante lavrado pela autoridade policial por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. Segundo o delegado Gustavo Arais, em desfavor dos catarinenses já havia provas suficientes para postular a prisão preventiva que estava sendo elaborada quando da prisão do trio. O homem preso é investigado na DP de Ijuí por três homicídios cometidos na Comarca.

Apurou-se ainda que, após o delito contra a vida, o trio se evadiu para Santo Ângelo, retornando na data de hoje para cometer mais homicídios na sequência.

Conforme o delegado Arais, em interrogatório, o homem catarinense confessou a prática do crime, revelou o nome do mandante do delito (preso em Ijuí e envolvido com facções), e disse que recebeu cinco mil reais para ceifar a vida da vítima. Ele ainda confessou a autoria de três homicídios que aconteceram em Ijuí em junho deste ano.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte: Polícia Civil

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
infe_ok-300x266
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
graficaomegaok
zanella
farmsantinesnova
Sellnet2