Veja carros de luxo apreendidos em Balneário Camboriú em operação da PF contra quadrilha do tráfico de drogas

ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
OBAOK
278875877_5073530309371253_7577404801244216723_n
WhatsApp Image 2022-05-12 at 09.02.05

Carros de luxo foram apreendidos em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, nesta quinta-feira (24) em uma operação da Polícia Federal contra uma quadrilha que atua no tráfico internacional de drogas. Além disso, também há ordens judiciais de sequestro de imóveis, bloqueio de bens e valores existentes nas contas bancárias e aplicações financeiras dos investigados. O valor estimado é de R$ 55 milhões.

Mandados de prisão, busca e apreensão foram cumpridos nos estados do Paraná, São Paulo e em Santa Catarina. No território catarinense, a operação ocorreu nas cidades de Balneário Camboriú, Itapoá e Garuva, no Norte do estado.

As investigações revelaram que estas Organizações Criminosas se utilizavam de diferentes métodos para conseguir enviar cocaína a países da Europa. Esse carregamento era realizado pelo Porto de Paranaguá, no Paraná.

Conforme a Polícia Federal, a operação desta quinta-feira tem como foco principal os integrantes que atuam no depósito, transporte e inserção de cocaína nos contêineres e compartimento submersos dos navios.

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

 

Máfia
As investigações ainda apontam que os investigados possuem vínculo com um grupo da máfia italiana constituído na região da Calábria, na Itália. São eles que contratam a logística executada pelos investigados em Paranaguá para enviar os carregamentos de cocaína até os portos da Europa.

De 2019 até esta quinta, a Receita Federal apreendeu mais de 31,5 toneladas de cocaína em 75 ações distintas realizadas no Porto de Paranaguá.

Os investigados vão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas, com pena que pode chegar a 25 anos de prisão, e de pertinência a organização criminosa e associação para fins de tráfico, que podem chegar a 24 anos de prisão.

 

Receba as notícias do Site OBSERVADOR REGIONAL no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

 

Fonte: G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
ABC_OK-300x266
viatec-300x266
Benhur_BannerSite-300x266
brigada-300x267
lojaswagner_ok-300x266
Roque_2021-300x266
sicredi_ok-300x266
Site_392x442
PartiuSicoob_BannerSite_300x266px
WhatsAppImage2022-01-27at090302
BANNERSANTAINESNOVO
OBAOK
278875877_5073530309371253_7577404801244216723_n
WhatsApp Image 2022-05-12 at 09.02.05

MAIS LIDAS

SELLNET-300x158
zanella
farmsantinesnova