Polícia ouve testemunhas do incêndio que matou 4 indígenas em Ronda Alta

A Polícia Civil de Ronda Alta, voltou, nesta quinta-feira (22), ao local do incêndio que vitimou quatro indígenas na madrugada de quarta (21). Os agentes ouviram testemunhas do caso e também pessoas que acompanharam as vítimas até a cadeia da reserva Terra Indígena da Serrinha, onde estavam presas por perturbação, conforme as tradições da comunidade.

Um dos ouvidos foi o indígena apontado, inicialmente, como sobrevivente do incêndio na prisão. Em depoimento ao delegado Leandro Antunes, o homem disse que não chegou a ser detido.

“Apuramos que foram presas apenas as quatro pessoas que morreram no incêndio. O indígena que teria sido preso e saído da cadeia prestou depoimento e afirmou que não foi preso, pois, em razão do seu estado de embriaguez, foi dormir antes da chegada da liderança e não presenciou as prisões”, disse o policial.

O cacique e os integrantes da comunidade que efetuaram as prisões serão ouvidos na semana que vem, conforme solicitação do advogado, disse Antunes.

Fonte: Máxima FM

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Slider

MAIS LIDAS

Slider

VÍDEOS

Mais notícias

Explosão de lareira ecológica provoca incêndio em Três de Maio (Confira Vídeo)
Um incêndio provocado pela explosão de uma lareira ecológica...
Redentora: Administração Municipal divulga Vacinômetro
A Administração Municipal, por meio da Secretaria Municipal de...
Confira Áudio: Informativo da Administração Municipal de Coronel Bicaco em 14/05/2021
Confira o Informativo da Administração Municipal de Coronel Bicaco...
Chiapetta: Administração Municipal disponibiliza abertura de açudes gratuitamente aos agricultores
O Programa de incentivo à Piscicultura (Lei Municipal n°697),...
Carro usado na fuga de suspeito de mortes em Lagoa Vermelha é encontrado incendiado
A Polícia Civil encontrou, nesta sexta-feira (14), o carro usado...